Igreja Hoje – Palavra do Padre Carlos Bozza: A caminhada da nossa Congregação na Itália

Revista Voz Amiga | Volume 31 | Nº 1 | Ano 2021

 

A Caminhada da nossa Congregação na Itália.

 

          Caríssimos amigos e amigas, de bom agrado envio umas considerações e notícias para a revista Voz Amiga. Apesar da distância geográfica, continuo sentindo forte a amizade para com todos.

          Há mais de quatro anos me encontro na Itália, exatamente em Trento, região do Centro Norte, sede e casa mãe da Congregação de Jesus Sacerdote para a qual fui escolhido como superior-geral.

          Nossa presença

          Estamos presentes na Itália com quatro comunidades, distribuídas na parte norte e centro. Considerando o pequeno número dos membros da Congregação, é possível desenvolver nosso ministério nestas comunidades, com a constante atenção de levar adiante o carisma e a espiritualidades deixadas pelo nosso fundador Padre Mário Venturini. Nos sentimos comprometidos em manter a presença significativa da Congregação nas Dioceses que nos acolheram há muitos anos.

          Somos presença silenciosa, não fazemos barulho com tantas obras, mas desejamos dar o testemunho entre os padres e religiosos/as dos territórios onde estamos colaborando. Nas paróquias com as celebrações, retiros aos sacerdotes e no campo vocacional. Nossas casas se prontificam para serem lugar de encontros dos sacerdotes das áreas pastorais.

          Fazemos questão de frisar que o nosso Carisma é rezar pela santificação dos padres e oferecer-nos “Pro Eis”, como toda manhã rezamos no Ato de Oferta com estas palavras: “…renovo a oferta inteira, absoluta e perpétua de todo o meu ser… Concedei-me hoje de viver em comunhão com o Cordeiro imolado sobre os altares do mundo e de unir-me aos sentimentos e desejos do seu Coração sacerdotal…”.

 

          Nossas obras

          Não são muitas as obras que levamos adiante, mesmo assim são significativas. Trento, como casa principal, sede da Congregação e minha morada atualmente, pois aqui praticamente sempre residiu o superior-geral, casa que conserva com veneração o túmulo de Padre Venturini, seu quarto e outros lugares que falam dele. Anexa à casa, encontra-se a Igreja que ele mesmo idealizou e fez construir, “toda sacerdotal” porque nos vitrais são reproduzidas cenas da vida de Jesus sacerdote com os Apóstolos. Nesta comunidade residem os padres e os irmãos consagrados leigos, os agregados internos e alguns sacerdotes acolhidos para transcorrer o, assim chamado, “ano sabático” dedicado à reflexão, ao acompanhamento humano e espiritual. Esta comunidade responde assim ao desejo de Padre Venturini de ajudar os padres em tudo o que eles necessitarem. Numericamente é a mais numerosa, com diferentes sensibilidades humanas e espirituais de seus membros, com respiro até internacional por serem alguns de outros continentes.

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

          Em Zevio, próximo da cidade de Verona, residem três padres que exercem como principal atividade a acolhida de grupos paroquiais da Região pastoral animando retiro. Participam das reuniões ali feitas com os padres da Região Pastoral e ajudam os mesmos em suas paróquias mais próximas com celebrações das S. Missas e outras atividades.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

          Em Loreto, cidadezinha conhecida e frequentada por causa do Santuário Mariano onde estão conservadas as paredes da casa de Maria, encontra-se a nossa comunidade religiosa. Padre Venturini iniciou nela as atividades, em 1946, para acolher padres e, em tempos sucessivos, para animar retiros espirituais aos sacerdotes e religiosas. Esta comunidade está aberta também para acolher grupos de leigos, famílias e quantos desejam passar uns dias de reflexão. A pandemia desde os primeiros meses do ano, levou o governo a impedir toda viagem entre as regiões de todo o território nacional com o consequente cancelamento total de vários retiros programados e de outras atividades da casa. Podem imaginar a dificuldade de gestão econômica da casa. A comunidade religiosa observou rigorosamente o isolamento, mas manteve-se firme na oração e nas atividades internas da casa. Loreto foi a casa escolhida quase sempre para o noviciado da Congregação e a providência de Deus nos presenteia com a presença do noviço de segundo ano de nome Marcos, que havia iniciado e interrompido os estudos de teologia na sua diocese de origem e retomou agora os mesmos na faculdade Teológica perto de Loreto.

 

 

 

           “À sombra da grande Cúpula de São Pedro”, em Roma, há uma outra comunidade. Padre Venturini desejou abrir esta casa para que estivéssemos presentes com o nosso carisma no centro da Igreja Católica, pertinho do papa, assumindo uma paróquia que permitisse aos religiosos da Congregação, durante o período dos estudos nas faculdades, de fazer uma experiência prática ao ministério. É a única paróquia por nós assumida na Itália através da qual os nossos padres podem realizar inserção importante entre o clero romano. Com os três padres da comunidade moram sacerdotes de outras dioceses que completam os estudos universitários pontifícios.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

          Formação

Foto: Padre Albino. Arquivo pessoal da Congregação de Jesus Sacerdote

          Os encontros de formação permanentes direcionados aos membros da nossa Congregação e distribuídos ao longo do ano sofreram o cancelamento o que impediu de vivermos momentos de encontro fraterno e de informação entre as várias comunidades. Isso fez muita falta, e continua até hoje, por causa das contínuas restrições decretadas pelo Governo.

          No Domingo, festa de Cristo Rei, faleceu o nosso querido Padre Albino Finotto. Como tantas famílias, a nossa também passou por esta experiência de não poder estar próxima dele na sua partida. Ele amava tanto a comunidade e foi embora longe dela.

          Na esperança

          O Coronavírus afetou muitos sacerdotes e muitas comunidades religiosas da Itália, as nossas também tiveram que tomar as devidas providências para se preservarem dele. As atividades específicas de cada uma, como já acenado acima, foram mantidas, embora em ritmo diferente e reduzido. O nosso irmão Padre Albino, já debilitado por várias patologias, veio a falecer no Domingo dia 22 de novembro, solenidade do Cristo Rei. No testamento espiritual ele se definiu um grande sonhador de uma Igreja viva, povo de Deus; seu ministério foi marcado pela dedicação e amor aos sacerdotes que encontrou no aconselhamento pessoal e na pregação de retiros espirituais.

          Um grande abraço para todos, Deus nos abençoe!

 

Clique aqui para baixar este artigo em PDF

 

 

 

Padre Carlos Bozza, CJS
Superior Geral da Congregação de Jesus Sacerdote.

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: