Segue-me. Jesus me tocou, me amou e me fez um homem novo!

Revista Voz Amiga | Volume 31 | Nº 1 | Ano 2021

 

Jesus me tocou, me amou e me fez um homem novo!

 

Testemunho Vocacional do Danilo de Sousa Vieira.

 

 

Um amor que se doou completamente de uma forma gratuita. Ele encheu todo o meu ser e me fez nascer novamente. Sim, Jesus tocou em mim naqueles dias. E após essa experiência eu me tornei um homem novo!”

 

Foto: Arquivo Pessoal de Danilo de Sousa Vieira.

          Olá, eu me chamo Danilo de Sousa Vieira, tenho 22 anos. Para você que não me conhece, eu sou um jovem paraibano que vim para São Paulo fazer uma experiência.

Foto: Arquivo Pessoal de Danilo de Sousa Vieira.

          Nasci e fui criado no interior da Paraíba, em uma cidade chamada Solânea, onde passei toda a minha infância e boa parte da minha adolescência. Por lá me diverti muito!  Quando concluir o ensino médio aos 17 anos, decidi vim morar na “cidade grande”, com a minha madrinha de batismo, meu primo e minha prima, isso no inicio de ano de 2016.  O objetivo era ter mais oportunidades em relação a trabalhos e estudos.

Foto: Arquivo Pessoal de Danilo de Sousa Vieira.

          Deixei meus pais e familiares na terrinha e vim para São Paulo. Não demorei muito para me adaptar.  Naquele mesmo ano, entrei na faculdade e em julho comecei a trabalhar como jovem aprendiz em uma empresa de construção, onde eu operava o caixa e realizava vendas.

          Trouxe comigo da adolescência, vícios que me escravizavam, mas me davam uma falsa sensação de prazer e liberdade, no fundo era a forma que tinha encontrado para tentar completar o vazio que havia no meu coração.

Foto: Arquivo Pessoal de Danilo de Sousa Vieira.

          No mês de novembro do ano de 2016, vivenciei uma experiência não planejada por mim e que revolucionou a minha vida: um retiro dos Jovens Sarados[1]. Foram 3 dias daquele mês que foram marcados pelo Amor. Amor este não de romantismo, palavras, carinhos que se dar esperando receber. Mas, um amor que se doou completamente de uma forma gratuita. Ele encheu todo o meu ser e me fez nascer novamente. Sim, Jesus tocou em mim naqueles dias. E após essa experiência eu me tornei um homem novo, sem vícios, alegre, temente a Deus e sonhando com um lugar que meus olhos nunca viram, mas tenho convicção que o Pai reservou para mim: o céu!

Foto: Arquivo Pessoal de Danilo de Sousa Vieira.

          Agora no ano de 2021, fará 5 anos que moro aqui em São Paulo. Moro com um amigo de missão, minha Madrinha foi morar em outro estado com a minha prima e o meu primo casou. Aos meus olhos terrenos, iria vir para trabalhar e estudar simplesmente. Mas não, Deus quis me dá uma experiência de vida em abundância.

Foto: Arquivo Pessoal de Danilo de Sousa Vieira.

          Escolheu-me, chamou-me e vem salvando-me todos os dias. Hoje por misericórdia d’Ele coordeno uma missão de Jovens Sarados na paróquia Santa Cruz em Barueri, estou prestes a concluir a faculdade, fui efetivado na minha área, namoro e sonho com a minha família constituída. Com todas essas coisas eu entendi o seguinte: quando nos preocupamos em estar sob a vontade de Deus, todo o resto é acrescentado com sobra.

          A partir daquela experiência o meu maior desejo é agradá-lo, pois eu tenho certeza de que Nele nada será em vão, pelo contrário, Nele está o sentido das nossas vidas. Para você que leu esse testemunho até aqui e estar na caminhada, aguenta firme porque vai valer a pena! E você que ainda não se decidiu, que ainda tá em uma vidinha mais ou menos, decida-se por Jesus, se confesse, e viva de agora em diante com os olhos voltados para o alto, eis o segredo da felicidade!  SALVE MARIA!

 

 

 

Danilo de Sousa Vieira.

 

 

Clique aqui para baixar este artigo em PDF

 

[1] Os Jovens Sarados fazem parte da família Canção Nova e buscam viver a santidade sem deixar de ser jovem. A espiritualidade do grupo é baseada em uma Vida de Oração com base nas “cinco pedrinhas”: adoração, estudo da Palavra, rosário, jejum e confissão; Acolhida. Isso é muito significativa para o grupo. Para eles, é preciso acolher bem; Radicalidade. É necessário criar raízes, na Palavra de Deus, para viver a radicalidade do Evangelho; Serviço a Deus e ao próximo; Sadia convivência, ou seja, cultivar relacionamentos saudáveis; Viver reconciliado, pedir e dar o perdão sempre. Fonte: Canção Nova.

 

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

A Voz dos Agregados - 2020: ano de muitas datas significativas

sáb jan 23 , 2021
"Foi com eles que conheci o Carisma e a Espiritualidade de Padre Mario Venturini. Aprendi a amar e fazer amar a pessoa do Sacerdote, rezando e oferecendo a própria vida pela santificação dos Ministros do Senhor.”
%d blogueiros gostam disto: