Palavra Amiga – Edição 1

            Um novo método…

            Caríssimo/a leitores/as de Voz Amiga, sejam bem vindos a nossa revista formativa e informativa! Com alegria no coração chegamos mais uma vez até você, depois de um tempo de “pausa”. 

            Estamos fazendo uma nova experiência com este primeiro número da nossa revista deste ano 2020: Voz Amiga passa a ser uma revista eletrônica.

            Nosso projeto é que a nossa revista possa sair quatro vezes ao ano, como era realizada no passado. Com o passar do tempo, a redação desta nossa pequena e simples revista foi se inovando com as pessoas que tínhamos em cada realidade.

 

            A mesma essência…

            Não podemos esquecer que o “fundador” desta nossa revista foi o saudoso Padre Primo (falecido em setembro de 1998). Padre Primo sempre se preocupou e incentivou que a nossa “Voz Amiga” fosse uma forma de comunicar, partilhar com nossos amigos, a nossa missão e espiritualidade na Igreja, em favor dos sacerdotes. De fato, não queremos fugir deste projeto inicial.

            Com o passar dos anos, a colaboração e a parte de redação desta nossa revista foi sendo passada sobre a responsabilidade de coirmãos que assumiram com compromisso, amor e dedicação para que a missão de Voz Amiga pudesse continuar.

            Padre Ângelo Fornari, com a morte de Padre Primo, assumiu com muito empenho para dar continuidade às edições desta nossa revista de informação e formação. Os novos religiosos que foram chegando, pouco a pouco, foram assumindo a responsabilidade, estruturando entre eles a equipe de redação.

 

            Uma revista atual…

            Algumas falhas, evidentemente aconteceram. Os tempos mudam continuamente, e com estas mudanças vieram as incertezas se nossa revista chegava ou não às pessoas interessadas; se interessava ou não em continuar recebendo Voz Amiga as pessoas que conheciam nossos coirmãos italianos que depois de Pe. Primo partiram também para a Casa do Pai: o Servo de Deus – Pe. André, Pe. Mário Revolti; a diminuição da edição das revistas e periódicos, as dificuldades econômicas, entre tantos outros obstáculos que tivemos que enfrentar no decorrer desse tempo.

            Foram todos interrogativos que nos colocaram numa incerteza de continuar ou não editando esta nossa revista, por isso não foi mais editado como previsto (quatro números por ano). Discutimos várias vezes na possibilidade de transformá-la em uma revista virtual. Sem dúvidas, foi tema de nossos encontros intercomunitários aqui no Brasil.

            Atualmente a redação de Voz Amiga, é composta pelos nossos religiosos mais jovens e com a ajuda preciosa de nossos jovens aspirantes e alguns amigos leigos. Aos quais quero agradecer e incentivá-los para que sejamos fiéis às motivações fundamentais de quando começou a edição de Voz Amiga, ainda nos anos 80. Evidentemente atualizando à realidade de nosso tempo, como Igreja e a vida e missão dos presbíteros.

 

            O Pequeno Rebanho do Coração Sacerdotal de Jesus…

           Padre Mário Venturini, nosso amado fundador, gostava de chamar os membros da Congregação de “pequeno rebanho”. De fato, passados mais de 63 anos de sua morte (18/03/1957), continuamos a ser um pequeno rebanho. Nossas forças são poucas e pequenas. Procuramos fazer aquilo que conseguimos fazer, sempre com o auxílio de Deus e com dedicação de nossa parte, pedindo ao Senhor que complete em nós a obra começada.

            Com esta nova forma (eletrônica) de editarmos Voz Amiga, pretendemos que continuem sendo de fato uma voz amiga que chega até você leitor amigo. Que seja uma voz de esperança, sobretudo neste tempo difícil que estamos passando.

            O mês de março é sempre rico para a Igreja e consequentemente para a nossa Obra, fundada por Pe. Venturini: Todos os anos neste período, como Igreja, vivenciamos o tempo forte da Quaresma, rica em seu significado mais profundo. Para a nossa família religiosa, celebramos também a primeira ideia de Pe. Mário Venturini inspirada diante do quadro de Jesus agonizante no Horto das Oliveiras (07 de março de 1912); no dia 18 de março de 1957, a Páscoa definitiva, ou seja, a partida para o céu de Pe. Venturini; 19 de março – dia de São José, santo de especial devoção de nosso fundador e também 25 de março – Solenidade da Anunciação: com o sim de Maria, Nosso Senhor Jesus Cristo assume um corpo de carne e osso como o nosso, se faz Sumo e Eterno Sacerdote do Pai, pois ao entrar neste mundo Ele vem para fazer a vontade do Pai: oferecer a sua vida como expiação pelos nossos pecados e pela nossa salvação (cf. Heb. 10, 7).

 

            Tempos de esperança e confiança em Deus…

            Estamos vivendo uma época de mudanças, são muitos acontecimentos em torno do mundo. No momento a palavra que mais se ouve neste período é corona vírus (covid-19). Este vírus chegou e mudou os esquemas de todas as pessoas que nele habitam. Tivemos que nos adaptar, mudar nossos programas para continuarmos nossa vida e missão. A insistência para que fiquemos em casa, de fato é uma prevenção para que não se dissemine ainda mais esta pandemia que coloca em risco a vida humana no planeta.

           Nós estamos nas mãos de Deus, confiamos na sua providência que nos assiste continuamente. Esperamos e rezamos para que a nossa vida possa voltar ao normal assim que possível. Procuremos aproveitar bem deste tempo para refletirmos sobre o sentido da vida, de nossa existência: Como estou vivendo? Como acolho o dom da vida e a coloco a serviço de Deus e dos irmãos? Oxalá, depois de passar esse “vale de lágrimas”, possamos ser novas pessoas, regeneradas pelo amor de Deus e enxergarmos a vida a partir de uma nova ótica: a ótica do amor! Assim, como bem nos ensina a Campanha da Fraternidade deste ano: “Fraternidade e vida: Dom e compromisso.” Que ninguém fique indiferente diante da vida, dom máximo que Deus nos deu.

           Este tempo é também desafiador para os sacerdotes. Tudo na vida precisa ser adaptado a partir desta realidade que estamos vivenciando. O padre terá também que reinventar a sua pastoral, a sua missão de pai e guia da comunidade. Graças a Deus que temos os meios de comunicações sociais, que ajudam muito no contexto atual.

            Vamos caminhando, com fé e esperança, não deixemos que isso nos falte! A nossa amizade com o Senhor, nos ajudará a superarmos esta situação atual; sempre confiantes Nele, Ele é a nossa esperança e certeza de salvação!

 

         Deus caminha conosco…

            Vivemos o momento presente e também olhamos para o futuro, que ainda é incerto. Um passo por vez, fazemos uma caminhada e o mais bonito é perceber que não estamos sozinhos! Deus caminha conosco!

            A Semana Santa será vivenciada de uma forma diferente neste ano: em casa. As redes sociais transmitirão as celebrações e o povo terá que acompanhar rezando dentro da segurança de suas casas. Uma realidade que não esperávamos nunca de vivenciá-la. Nem por isso vamos deixar de nos abastecer da forte espiritualidade que a Semana Santa nos traz. 

            A família (Igreja doméstica) viverá mais unida e confiante no Senhor. A comunhão com a Palavra de Deus e a comunhão espiritual ajudará a todos a continuarem se alimentando do Senhor! Que de fato as celebrações do Mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo nos renove e revigore mais uma vez para que a nossa vida em Cristo encontre o sentido mais importante de nossa existência.

            Convidamos você leitor amigo a se unir a Igreja no mundo inteiro que continua a oferecer Cristo ao Pai, obtendo para nós a redenção e salvação universal. A força do Ressuscitado nos restaure e nos encorajem para uma vivência melhor do nosso ser cristão. Nós hoje somos chamados e enviados para sermos a presença de Cristo no mundo.

            O Senhor ressuscitou e está vivo em nosso meio! Seja esta a boa nova que comunicamos ao mundo também neste tempo desafiador.

            Em nome de nossa pequena família religiosa, quero desejar a todos e a cada um de vocês uma Santa e Abençoada Páscoa no Senhor Ressuscitado. Que de fato seja este um momento de comunhão e celebração em família. Deus abençoe a todos!

 

 

Clique aqui para baixar este artigo em PDF

 

 

 

 

Padre José Antonio de Sousa, CJS.
Delegado do Superior Geral para o Brasil e conselheiro geral da Congregação de Jesus Sacerdote.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Revista Online Edição 1 PDF

sex maio 1 , 2020
Revista Voz Amiga 1ª Edição - PDF. Acesse nosso site e inscreva-se para receber nossos post novos. Revista Voz Amiga, Congregação de Jesus Sacerdote.
%d blogueiros gostam disto: