Via Sacra pela santificação do Clero

Via Sacra pela santificação do Clero

 

Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me” (João 9, 23)

 

Leitura motivacional (Isaías 53, 1-12)

Dirigente: 1Quem poderia acreditar nisso que ouvimos? A quem foi revelado o braço do Senhor?2Cresceu diante dele como um pobre rebento enraizado numa terra árida; não tinha graça nem beleza para atrair nossos olhares, e seu aspecto não podia seduzir-nos.3Era desprezado, era a escória da humanidade, homem das dores, experimentado nos sofrimentos; como aqueles, diante dos quais se cobre o rosto, era amaldiçoado e não fazíamos caso dele.4Em verdade, ele tomou sobre si nossas enfermidades, e carregou os nossos sofrimentos: e nós o reputávamos como um castigado, ferido por Deus e humilhado.5Mas ele foi castigado por nossos crimes, e esmagado por nossas iniquidades; o castigo que nos salva pesou sobre ele; fomos curados graças às suas chagas.6Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, seguíamos cada qual nosso caminho; o Senhor fazia recair sobre ele o castigo das faltas de todos nós.7Foi maltratado e resignou-se; não abriu a boca, como um cordeiro que se conduz ao matadouro, e uma ovelha muda nas mãos do tosquiador. (Ele não abriu a boca.)8Por um iníquo julgamento foi arrebatado. Quem pensou em defender sua causa, quando foi suprimido da terra dos vivos, morto pelo pecado de meu povo?9Foi-lhe dada sepultura ao lado de fascínoras e ao morrer achava-se entre malfeitores, se bem que não haja cometido injustiça alguma, e em sua boca nunca tenha havido mentira.10Mas aprouve ao Senhor esmagá-lo pelo sofrimento; se ele oferecer sua vida em sacrifício expiatório, terá uma posteridade duradoura, prolongará seus dias, e a vontade do Senhor será por ele realizada.11Após suportar em sua pessoa os tormentos, alegrar-se-á de conhecê-lo até o enlevo. O Justo, meu Servo, justificará muitos homens, e tomará sobre si suas iniqüidades.12Eis por que lhe darei parte com os grandes, e ele dividirá a presa com os poderosos: porque ele próprio deu sua vida, e deixou-se colocar entre os criminosos, tomando sobre si os pecados de muitos homens, e intercedendo pelos culpados.

Todos: Eis-me aqui, ó bom e dulcíssimo Jesus! De joelhos ante a vossa divina presença eu vos peço e suplico, com todo fervor de minha alma, que vos digneis gravar em meu coração os mais vivos sentimentos de fé, de esperança e de caridade, de verdadeiro arrependimento de meus pecados e vontade firmíssima de me emendar, enquanto com sincero afeto e íntima dor de coração considero e medito em vossas cinco chagas, tendo bem presentes aquelas palavras que o Profeta Davi já dizia de Vós, ó bom Jesus: “Transpassaram minhas mãos e meus pés, e contaram todos os meus ossos.

 

Todos: Dignai-vos, Senhor, conceder-me a Indulgência Plenária e aceitai-a em sufrágio da alma de um sacerdote que se encontra no purgatório.

Dirigente: Nossa Senhora das Dores

Todos: Imprimi no meu coração as chagas do vosso Divino Filho crucificado.

 

1º Estação

JESUS É CONDENADO À MORTE

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 33Pilatos entrou no pretório, chamou Jesus e perguntou-lhe: És tu o rei dos judeus?34Jesus respondeu: Dizes isso por ti mesmo, ou foram outros que to disseram de mim?35Disse Pilatos: Acaso sou eu judeu? A tua nação e os sumos sacerdotes entregaram-te a mim. Que fizeste?36Respondeu Jesus: O meu Reino não é deste mundo. Se o meu Reino fosse deste mundo, os meus súditos certamente teriam pelejado para que eu não fosse entregue aos judeus. Mas o meu Reino não é deste mundo.37Perguntou-lhe então Pilatos: És, portanto, rei? Respondeu Jesus: Sim, eu sou rei. É para dar testemunho da verdade que nasci e vim ao mundo. Todo o que é da verdade ouve a minha voz.

Todos: Ó Jesus, quantos sacerdotes do mundo são perseguidos e injuriados pelo amor que têm a ti, Senhor do universo, e pelas suas ovelhas. Condenados pela perseguição religiosa que deseja afastar do mundo a sua santa Igreja, necessitam da sua força em seus momentos de provação. Dignai-vos fortalecê-los em suas lutas e dai a eles perseverança em seu ministério.

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

 

A morrer crucificado

Teu Jesus é condenado

Por teus crimes, pecador

Pela virgem dolorosa

Vossa Mãe tão piedosa

Perdoai-me, meu Jesus

 

2º Estação

JESUS RECEBE A CRUZ

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 16Entregou-o então a eles para que fosse crucificado.17Levaram então consigo Jesus. Ele próprio carregava a sua cruz para fora da cidade, em direção ao lugar chamado Calvário, em hebraico Gólgota (João 19, 16-17)

Todos: O caminho do discipulado requer que todos nós abracemos a cruz de cada dia e caminhemos ao seu lado. De maneira mais íntima, os padres vos seguem dando continuidade a missão a eles confiada. Enviai santas e corajosas vocações dispostas a vos seguir de maneira mais íntima em uma entrega completa.

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

Com a cruz É carregado

E do peso acabrunhado

Vai morrer por teu amor

Pela virgem dolorosa

Vossa Mãe tão piedosa

Perdoai-me, meu Jesus

Perdoai-me, meu Jesus

 

3º Estação

JESUS CAI PELA PRIMEIRA VEZ

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 5(o Senhor Deus abriu-me o ouvido) e eu não relutei, não me esquivei.6Aos que me feriam, apresentei as espáduas, e as faces àqueles que me arrancavam a barba; não desviei o rosto dos ultrajes e dos escarros.7Mas o Senhor Deus vem em meu auxílio: eis por que não me senti desonrado; enrijeci meu rosto como uma pedra, convicto de não ser desapontado.(Isaías 50, 5-7)

Todos: Árduo é o caminho da missão e as fadigas cotidianas não tardam a aparecer. Dai Senhor aos seminaristas e sacerdotes perseverança constante em suas caminhadas, tendo em ti o exemplo de superação e, inspirados na sua divina coragem, levantem a cada novo dia empenhados a cumprir a missão.

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

Pela cruz tão oprimido

Cai Jesus, desfalecido

Pela tua salvação

Pela virgem dolorosa

Vossa Mãe tão piedosa

Perdoai-me, meu Jesus

 

4º Estação

JESUS ENCONTRA A SUA MÃE

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 33Seu pai e sua mãe estavam admirados das coisas que dele se diziam.34Simeão abençoou-os e disse a Maria, sua mãe: Eis que este menino está destinado a ser uma causa de queda e de soerguimento para muitos homens em Israel, e a ser um sinal que provocará contradições,35a fim de serem revelados os pensamentos de muitos corações. E uma espada transpassará a tua alma (Lucas 2, 33-35).

Todos: O amor de mãe é contínuo, nunca nos abandona, nos fortalece e nos enriquece. Santa Mãe de Deus, rogai por todos os sacerdotes necessitados, que passam por provações ou enfrentam a solidão. Dai-lhes alento e repouso em seus braços de mãe e, por meio de sua companhia e exemplo, sejam configurados ao seu Filho amado.

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

 

De Maria lacrimosa

No encontro lastimosa

Vê a imensa compaixão

Pela virgem dolorosa

Vossa Mãe tão piedosa

Perdoai-me, meu Jesus

 

5º Estação

JESUS ENCONTRA SIMÃO CIRINEU

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 26Enquanto o conduziam, detiveram um certo Simão de Cirene, que voltava do campo, e impuseram-lhe a cruz para que a carregasse atrás de Jesus. (Lucas 23, 26).

Todos: Senhor, não permita que nenhum sacerdote pereça sem o auxílio necessário. Que eles possam encontrar apoio em sua família eclesial e nos seus filhos paroquiais de tal modo que se sintam amparados, acolhidos e recebam a ajuda para carregar as cruzes de seu ministério.

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

 

Em extremo desmaiado

Teve auxílio, tão cansado

Recebendo o Cireneu

Pela virgem dolorosa

Vossa Mãe tão piedosa

Perdoai-me, meu Jesus

 

6º Estação

JESUS ENCONTRA VERÔNICA

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 10Mas aprouve ao Senhor esmagá-lo pelo sofrimento; se ele oferecer sua vida em sacrifício expiatório terá uma posteridade duradoura, prolongará os seus dias e a vontade do Senhor será por ele realizada (Isaías 53, 10).

Todos: Senhor, ajudai os sacerdotes e seminaristas a serem a face de vossa misericórdia para toda a humanidade, instrumentos de acolhida de vossa divina paternidade que nos leva em seus braços para que não tropece os nossos passos.

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

 

Eis a face ensanguentada,

Por Verônica enxugada

Que no pano apareceu

Pela Virgem dolorosa

Vossa Mãe tão piedosa

Perdoai-me, meu Jesus

 

7º Estação

JESUS CAI PELA SEGUNDA VEZ

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 1“Todo o pontífice, tomado dentre os homens, é constituído a favor dos homens naquelas coisas que se referem à Deus, para que ofereça dons e sacrifícios pelos pecadores, o qual se possa condoer daqueles que ignoram e erram, porque também está cercado de enfermidades” (Hebreus 5, 1).

 

Todos: Senhor, toque os corações de todos os fiéis pela necessidade de se colocarem, constantemente pela oração pelo clero e pelas vocações sacerdotais. Ajudai também aqueles padres que deixaram o seu ministério, para que jamais percam a fé na vossa bondade que nos acompanha em todos os momentos da vida.

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

 

Novamente desmaiado

No caminho tropeçando

Cai por terra o Salvador

Pela Virgem Dolorosa

Vossa Mãe piedosa

Perdoai, meu Jesus

8º Estação

JESUS ENCONTRA AS SANTAS MULHERES

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 27Seguia-o uma grande multidão de povo e de mulheres, que batiam no peito e o lamentavam.28Voltando-se para elas, Jesus disse: Filhas de Jerusalém, não choreis sobre mim, mas chorai sobre vós mesmas e sobre vossos filhos (Lucas 23, 27-28).

 

Todos: Senhor, dai o dom das lágrimas a todos os sacerdotes, para que chorando as dores do teu povo, possam ser verdadeiros intercessores e consoladores.

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

 

Das mulheres piedosas

De Sião filhas chorosas

É Jesus consolador

Pela virgem dolorosa

Vossa Mãe tão piedosa

Perdoai-me, meu Jesus

 

9º Estação

JESUS CAI PELA TERCEIRA VEZ

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 8Por um iníquo julgamento foi arrebatado. Quem pensou em defender sua causa, quando foi suprimido da terra dos vivos, morto pelo pecado de meu povo?9Foi-lhe dada sepultura ao lado de facínoras e ao morrer achava-se entre malfeitores, se bem que não haja cometido injustiça alguma, e em sua boca nunca tenha havido mentira. (Isaías 53, 8-9).

Todos: Não permita Senhor que os vossos sacerdotes se maculem com o menor dos pecados veniais, mas por meio da vossa santa fortaleza que provêm dos méritos de seu Filho,estruturai os teus ministros como dignos combatentes em nome da fé.

 

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

 

Cai exausto vez terceira

Sob a carga tão grosseira

Dos pecados e da cruz.

Pela Virgem Dolorosa

Vossa Mãe tão piedosa

Perdoai-me, meu Jesus

 

10º Estação

JESUS É DESPOJADO DAS VESTES

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 23Depois de os soldados crucificarem Jesus, tomaram as suas vestes e fizeram delas quatro partes, uma para cada soldado. A túnica, porém, toda tecida de alto a baixo, não tinha costura.24Disseram, pois, uns aos outros: Não a rasguemos, mas deitemos sorte sobre ela, para ver de quem será. Assim se cumpria a Escritura: Repartiram entre si as minhas vestes e deitaram sorte sobre a minha túnica (Sl 21,19). Isso fizeram os soldados (João 19, 23-24).

Todos: Senhor, por meio do despojamento de suas vestes, tu nos revestistes com a dignidade de filhos de vosso Pai, purificai nossos corações, de tal modo que possamos alvejar a veste de nossas almas em vosso sangue.

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

Já do algoz as mãos agrestes

As sangrentas, pobres vestes

Vão tirar do bom Jesus

Pela Virgem Dolorosa

Vossa Mãe tão piedosa,

Perdoai-me, meu Jesus.

 

 

11º Estação

JESUS É PREGADO À CRUZ

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 33Chegados que foram ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram, como também os ladrões, um à direita e outro à esquerda.34E Jesus dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem. (Lucas 23 33-34).

Todos: Senhor, é pelas mãos do sacerdote que nos fazemos presentes diante do sacrifício de seu Filho na cruz. Olhai por todas as pessoas, comunidades e paróquias que não têm um padre e sentem a carência da celebração da Santa Missa. Inspirai santas vocações para que atendam às necessidades de sua Igreja.

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

 

Sois por mim na cruz pregado

Duramente torturado

Com cegueira e com furor.

Pela Virgem dolorosa,

Vossa Mãe tão piedosa

Perdoai-me meu Jesus.

 

12º Estação

JESUS MORRE NA CRUZ

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 28Em seguida, sabendo Jesus que tudo estava consumado, para se cumprir plenamente a Escritura, disse: Tenho sede.29Havia ali um vaso cheio de vinagre. Os soldados encheram de vinagre uma esponja e, fixando-a numa vara de hissopo, chegaram-lhe à boca.30Havendo Jesus tomado do vinagre, disse: Tudo está consumado. Inclinou a cabeça e rendeu o espírito. (João 19, 28-30).

Todos: Instituístes o sacerdócio ministerial, ó Jesus, para aplicar aos homens, vossos irmãos, os merecimentos da vossa morte. Concedei aos vossos sacerdotes a graça de cooperar convosco na salvação do mundo com uma vida pura e santa.

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

 

Por meus crimes padecestes,

Meu Jesus por mim morrestes!

Quanta angústia, quanta dor!

Pela Virgem Dolorosa,

Vossa Mãe tão piedosa,

Perdoai-me, meu Jesus.

 

13º Estação

JESUS É TIRADO DA CRUZ

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 38Depois disso, José de Arimatéia, que era discípulo de Jesus, mas ocultamente, por medo dos judeus, rogou a Pilatos a autorização para tirar o corpo de Jesus. Pilatos permitiu. Foi, pois, e tirou o corpo de Jesus. (João 19, 38).

Todos: Senhor, por meio de sua vida convertestes os vivos; por meio de sua morte, resgatastes os mortos. Dê a graça à todo povo de Deus e, em especial, ao seus ministros de reconhecer em todo o momento o valor de vosso sacrifício.

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

 

Já da cruz vos despregaram

E a Maria vos deixaram

Que terrível aflição!

Pela Virgem Dolorosa,

Vossa Mãe tão piedosa,

Perdoai-me, meu Jesus.

 

14º Estação

JESUS É SEPULTADO

 

Dirigente: Nós vos adoramos, Senhor, e vos bendizemos.

Todos: Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Dirigente: 55As mulheres, que tinham vindo com Jesus da Galiléia, acompanharam José. Elas viram o túmulo e o modo como o corpo de Jesus ali fora depositado.56 Elas voltaram e prepararam aromas e bálsamos. No dia de sábado, observaram o preceito do repouso. (Lucas 23, 55-56).

Todos:Senhor, semeai em nossos corações a necessidade de sepultar o homem velho, para que, contigo, possamos ressurgir para uma vida nova, na certa esperança de que, se contigo morrermos, contigo viveremos.

 

 

 

Pai Nosso…; Ave Maria…; Glória ao Pai…

 

Dirigente: Meu Jesus,

Todos: Misericórdia.

 

No sepulcro vos puseram;

Mas os homens tudo esperam

Que os salvou sua Paixão

Pela Virgem dolorosa

Vossa Mãe tão piedosa,

Perdoai-me, meu Jesus.

2 thoughts on “Via Sacra pela santificação do Clero

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

A Voz do Fundador - Edição 1

qua abr 8 , 2020
Uma vida a serviço dos Padres. "No paraíso não descansarei, escrevia, enquanto houver um só Padre, que precise de ajuda na terra "
%d blogueiros gostam disto: